O jornalista da CPB, Michelson Borges, lançou em seu site privado uma matéria de Davi Boechat desacreditando a seriedade da Bíblia White. Posteriormente, comentou também em vídeo. Abaixo a resposta de Daniel Silveira:

Agradeço a Davi Boechat pelo artigo sobre a Bíblia White. Foi ótimo ter publicidade gratuita: as visitas em nosso site alcançaram um récorde. Considerando que Bíblia White ainda nem saiu do prelo, a comoção é considerável e dá uma ideia do quanto a iniciativa inédita está incomodando.

EGW: “Cada contestação, cada censura, cada calúnia será um meio nas mãos de Deus para provocar curiosidade e despertar as mentes que, de outro modo, continuariam adormecidos.” […]  CI 345.1

EGW: “O fato de não haver controvérsias ou agitações entre o povo de Deus, não devia ser olhado como prova concludente de que eles estão mantendo com firmeza a sã doutrina. Há razão para temer que não estejam discernindo claramente entre a verdade e o erro. Quando não surgem novas questões em resultado de investigação das Escrituras, quando não aparecem divergências de opinião que instiguem os homens a examinar a Bíblia por si mesmos, para se certificarem de que possuem a verdade, haverá muitos agora, como antigamente, que se apegarão às tradições, cultuando nem sabem o quê.”  TS2 311.3

Apesar do protagonista do artigo ter dito algumas inverdades que não preciso refutar, a análise foi uma crítica objetiva, não um ataque pessoal. E pesquisou na fonte.

Reconheço que sou leigo, amador. Não segui os protocolos dos eruditos, tampouco sou versado em línguas mortas.

Quanto a Michelson Borges, continuo admirando sua sobriedade. Quero crer que ele está sinceramente enganado. Me consta a informação que ele teve aulas de mestrado em teologia com Amim Rodor e outros exponentes da nova teologia, isso até certo ponto o ofusca para não reconhecer a beleza do verdadeiro evangelho, a saber, libertamento do pecado (Rm 1:5, Mt 1:21). Esse é o motivo porque não recomendo ninguém a estudar teologia com os acadêmicos institucionais. Considere EGW: “A educação das escolas dos rabis, no entanto, tê-lo-ia incapacitado [João Batista] para sua obra. Deus não o mandou aos mestres de teologia para aprender a interpretar as Escrituras. Chamou-o ao deserto, a fim de aprender acerca da natureza, e do Deus da natureza.” DTN 60.2, na Bíblia White comentando Marcos 1:3.

Assim diz o Senhor: “Ninguém se engane a si mesmo; se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para se tornar sábio.” “Porque a loucura de Deus é mais sábia que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte que os homens.” 1Co 3:18 e 1:25

Fraternalmente, Daniel Silveira, das montanhas de Capitólio MG.

Doug Batchelor encabeça protesto criativo

Doug Batchelor encabeça protesto criativo

Nossa igreja na Califórnia encontrou uma maneira criativa de se reunir com segurança no sábado, sem violar as proibições do estado, em reuniões da igreja. Ainda temos permissão para nos reunir e protestar na Califórnia, então ... PROTESTANDO CONTRA O DIABO! (original...

A Jornada de Jones e Waggoner

A Jornada de Jones e Waggoner

A Mensagem de 1888. Lições da História. Será que os Jones e Waggoner se afastaram da fé adventista por seus ensinos excêntricos, como a nova teologia dá a entender? Lucas Bem é historiador e vive em Marília–SP congressomv · Lucas Bem - A Jornada de Jones e...

Erratas EGW CPB

Erratas EGW CPB

Adulteraram EGW? Nada indica que houve alterações significativas nos escritos de EGW no inglês. Pois eles foram sendo publicados enquanto ela vivia e se tivessem mudado algo após sua morte, teria havido um grito de alerta geral, pois muitos adventistas são bem...

WhatsApp chat