Bíblia White – Almeida Antiga com Comentários da Profetisa Adventista Ellen G. White

“Os valdenses… tinham a verdade incontaminada, e isto os tornava objeto especial do ódio e perseguição” (GC 65.2).

Daniel Silveira, agricultor em Capitólio MG, começou seus trabalhos na Bíblia White em 2016 partindo da versão Almeida Recebida, de domínio público. Esta, por sua vez se baseia na Almeida de 1848 e segue os manuscritos gregos do Textus Receptus, isto é, os manuscritos utilizados pelos Reformadores Protestantes, bem como pelos Valdenses, e também quase todas as Bíblias antigas (incluindo a tradução original de João Ferreira de Almeida). Uma equipe de voluntários fez o trabalho de atualização de palavras, por exemplo oiro por ouro, guardão por guardam, etc. Exemplos da Almeida 1848.

Apocalipse 22:14 “Bemaventurados aquelles que guardão seus mandamentos, para que tenhão poder na arvore da vida, e na cidade possão entrar pelas portas.”

Mateus 5:44 “Porem eu vos digo: amai a vossos inimigos, bemdizei aos que vos maldizem, fazei bem aos que vos aborrecem, e rogai pelos que vos maltratão e vos perseguem.”

A Bíblia de Almeida 1848 pode ser baixada aqui.

Em seguida foi feito um trabalho de comparação e igualação à versão em inglês King James (KJV) de 1611 em grandes extensões do texto bíblico, especialmente nos profetas do Antigo Testamento, por Daniel Silveira. Onde EGW lança luz sobre um texto onde mesmo na King James de 1611 está errado, também foi efetuada a correção.

Em alguns versos do Novo Testamento, onde as almeidas modernas desviam significativamente do textus receptus, o verso está marcado com o símbolo #. Onde o erro tem consideráveis implicações teológicas, ##.

Já temos a Bíblia White toda diagramada. Se é teu desejo patrocinar a impressão da Bíblia White, entre em contato conosco.

WhatsApp chat