Também: Considerações sobre infiltração na IASD. EGW: “Vi que as igrejas nominais e os adventistas nominais, como Judas, nos trairiam aos católicos para obter sua influência contra a verdade. Os santos então serão um povo escuro, pouco conhecido aos católicos; mas as igrejas e os adventistas nominais que conhecem nossa fé e costumes (porque nos odiaram por causa do sábado, porque não podiam refutá-lo) irão trair os santos e denunciá-los aos católicos como aqueles que desconsideram as instituições do povo/ ou seja, os que guardam os sábado e quebram o domingo. Spalding and Magan, 1.5

🇺🇸 “I saw the nominal church and nominal Adventists, like Judas, would betray us to the Catholics to obtain their influence to come against the truth. The saints then will be an obscure people, little known to the Catholics; but the churches and nominal Adventists who know of our faith and customs (for they hated us on account of the Sabbath, for they could not refute it) will betray the saints and report them to the Catholics as those who disregard the institutions of the people; that is, that they keep the Sabbath and disregard Sunday.” {SpM 1.5}

Áudio gravado 31 de março de 2018 no IBC

“Naquela noite sonhei que estava em Battle Creek, olhando para fora através da janelinha da porta. Então vi um grupo que marchava rumo a casa, de dois em dois. Eles pareciam inflexíveis e determinados. Eu os conhecia bem e voltei-me para abrir a porta da sala de visitas para recebê-los, mas pensei em olhar novamente. A cena mudara. O grupo agora parecia uma procissão católica. Um trazia em sua mão uma cruz e outro uma cana. Quando se aproximaram, aquele que carregava a cana fez um círculo ao redor da casa, dizendo três vezes: “Esta casa está interditada. Os bens devem ser confiscados. Eles falaram contra nossa santa ordem.” O terror veio sobre mim e corri pela casa, saindo pela porta dos fundos, achando-me em seguida no meio do grupo, entre alguns que eu conhecia muito bem, mas não ousei dizer-lhes uma só palavra por medo de ser traída. Tentei procurar um lugar retirado onde pudesse chorar e orar sem encontrar ira e olhos inquisidores para onde quer que eu me voltasse. Eu repetia com freqüência: “Se eu pudesse apenas compreender o que está acontecendo! Se eles me falassem o que eu havia dito ou o que havia feito!” {T1 577.2}
Eu chorava e orava muito quando vi nossos bens confiscados. Tentei ver um pouco de simpatia ou piedade por mim no rosto daqueles que me cercavam e observar a fisionomia de muitos a quem eu julgava poder me dirigir para obter conforto, caso eles não temessem ser observados pelos outros. Fiz uma tentativa de escapar da multidão, mas vendo que estava sendo vigiada, ocultei minhas intenções. Comecei a chorar em alta voz e dizer: “Se eles apenas me dissessem o que fiz ou o que disse!” Meu marido, que estava dormindo em uma cama no mesmo quarto, ouviu-me chorar alto e despertou-me. Meu travesseiro estava úmido pelas lágrimas. Entrei em depressão.” {T1 578.1}

WhatsApp chat