Quando tentamos provar ou desmentir algo relacionado à teologia bíblica, o método tem de passar forçosa e principalmente pela revelação que as próprias Escrituras contêm. Contudo, e sem renunciar esse dado fundamental, podemos usar outros recursos, como por exemplo a lógica, para fortalecer a conclusão que é obtida pelo estudo da Bíblia. É com esta premissa que gostaria de estabelecer um raciocínio.

Apocalipse 16:13 diz: “E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs.”

Este versículo é apontado como descrevendo a falsa trindade que, no final dos tempos, se opõe ao verdadeiro Deus – enquanto a Trindade verdadeira consiste de Pai, Filho e Espírito Santo, esta falsa é constituída por dragão, besta e falso profeta.

Em detalhe, temos o seguinte:

1. O dragão (Satanás) é a contrafação do Pai, querendo ocupar o lugar igual Deus – “Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.” Isaías 14:14.

2. A besta (que sobe do mar, o papado romano) é a contrafação do Filho, querendo derrubar Cristo do seu lugar – “E se engrandeceu até contra o príncipe do exército.” Daniel 8:10, 11.

3. O falso profeta (protestantismo apostatado, da besta que sobe da terra, nos EUA) é a contrafação do Espírito Santo, apresentando espíritos de demónios (espiritismo) – “E faz grandes sinais…” Apocalipse 13:13. “… O falso profeta, que … fizera os sinais…”Apocalipse 19:20.

Agora, usando de lógica simples, perguntamos: existe alguma contrafação de uma contrafação? Certamente que não! Apenas existe contrafação daquilo que é genuíno!

Assim sendo, por que razão a contrafação de Apocalipse 16:13 não tem apenas uma ou duas figuras? Por que razão não tem apenas uma figura, outra que é gerada da primeira e outra que é representante da gerada?

Então, por que razão essa contrafação tem justamente três figuras? Por dedução lógica, se a contrafação da Divindade apresenta três figuras (dragão, besta, falso profeta), quantas Pessoas deverá ter a Divindade verdadeira? A resposta apenas pode ser: três (Pai, Filho e Espírito Santo).

Reforçando e concluindo: se a contrafação apresenta três figuras, isso indica claramente que o original também tem três figuras (no caso, Pessoas). Tem lógica?

WhatsApp chat