A equipe de Ted Wilson finalmente está tomando atitude de pulso firme contra as Uniões e Associações rebeldes do primeiro mundo especialmente Califórnia. Amém por isso

No concílio anual foram votados dois documentos que amarram as mãos dos campos emancipativos.

O site Spectrum, porta-voz dos liberais americanos, achou os documentos propostos um escândalo. Os pinta como autoritativos e demonizadores 

Porventura a lição desta semana não deixa claro o grande conflito? Porventura não está dentro da igreja também? É a dimensão vertical de Mineápolis.

O site conservador Fulcrum7 celebra a iniciativa da Associação Geral.

A notícia foi publicada poucas semanas após a União do Pacífico ter tentado se precaver para um caso da Associação Geral dissolver a entidade. Tentaram fazer com que nesse caso, os ativos desta fossem tranferidos às Associações em vez da AG. Mas felizmente a emenda não foi aprovada. Artigo aqui.

Os documentos foram aprovados com voto de 169 a 122 (ufa!). Mais infos em inglês aqui. Agora a Divisão Norte-Americana está preparando um documento em resposta. As coisas estão se afunilando. A Divisão Norte-Americana tem até o próximo concílio outonal (2017) para tomar medidas reconciliatórias com as Uniões rebeldes, o que provavelmente não acontecerá, e medidas mais drásticas serão votadas. Esse ano ou dois de misericórdia será usada para as subdivisões rebeldes se salvaguardarem juridicamente caso a Associação Geral reenforce sua posição. Jay Gallinmore disse que o assunto já não é mais ordenação de mulheres, mas unidade.

A Divisão Pacífico Sul (Austrália) também declarou que em essência eles vão continuar a desafiar a igreja mundial, ordenando mulheres ao ministério.

Oremos para que o bem vença e não compartilhe este conflito com os de fora da fé.

WhatsApp chat