O drama sobre o herói adventista da segunda guerra mundial deve ser lançado no início de novembro nos EUA. O não-combatente salvou muitas vidas e ganhou medalha do governo americano.

Mas o que parece uma honra é na verdade um cavalo de troia. Veja quão jesuíta é o conteúdo do diretor Mel Gibson. O clipe abaixo foi gravado no Congresso MV De Creta a Malta, e Walter Veith analiza o conteúdo do filme A Paixão de Cristo (deve começar em 40:45).

É o deus de Hollywood bajulando os adventistas. E em vez de alertar, a mídia denominacional celebra a amizade com o mundo.

Se você ainda tem dúvidas que Hollywood está imersa no mal, assista Scotty Mayer.

WhatsApp chat