A mensagem sobre a diferença do papel do homem e da mulher na igreja alçou grandes ondas na comunidade da verdade presente, e tem surgido uma dúvida.

Como conciliar o texto que EGW diz que a mulher pode passar a lição com a instrução de que a mulher não deve ensinar na igreja?

EGW As alunas devem estar habilitadas a ocupar qualquer cargo que lhes seja oferecido — superintendentes, professoras de Escola Sabatina, instrutoras bíblicas. Devem estar preparadas para ser professoras de crianças na escola da igreja. FD 65.2

Sim, como conformar com os dois textos bíblicos:

1 Timóteo 2:12 Pois não permito que a mulher ensine

1 Coríntios 14:34 as mulheres estejam caladas nas igrejas; porque lhes não é permitido falar

Veja, a escola sabatina na época de Ellen G. White e até os anos 1930 era O braço evangelístico da igreja. Estima-se que 85% dos novos membros vinham de seu ministério. Página 3 de: https://digitalcommons.andrews.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1689&context=dissertations

A mesma fonte também diz: Desde a sua criação na década de 1850 até o início do século 20, a Escola Sabatina Adventista na América do Norte foi muito frequentada. Durante aqueles tempos a Escola Sabatina atingiu o maior índice de frequência quando os membros da Escola Sabatina, às vezes era ainda maior do que o número de membros da igreja. (Inglês: From the time of its inception in the 1850s until the early part of the 20th century, the Adventist Sabbath School in North America was highly attended. During those times Sabbath School reached the highest attendance rate when Sabbath School membership was sometimes even larger than church membership).

Portanto, veja que a Escola Sabatina era uma classe evangelística. Era como se fosse o que é o clube de desbravadores para os juvenis: batizar e fazer parte da igreja é incentivado mas opcional.

Hoje em dia a Escola Sabatina infelizmente degenerou e em geral passou a ser só para membros, e ainda os membros mais dedicados. A taxa de frequência é menos da metade da membresia. Pessoas não adventistas são encaminhadas para uma classe bíblica separada. E muitas vezes o professor em vez de incentivar o intercâmbio, acaba fazendo um resumo e dando de colherzinha para os membros que não estudaram, e às vezes é um segundo sermão. “Domingo vimos que …. A lição de segunda vem dizendo …” e geralmente não passa de segunda ou terça, isso lhe soa familiar?

Com foi citado no vídeo, no trabalho evangelístico a mulher participa. Mas o ensinar a igreja (não necessariamente no prédio da igreja, mas ensinar os membros sobre doutrina) é um papel reservado para os homens.

A justificativa para isso não é algo circunstancial, mas universal: 1 Timóteo 2:13 Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.

E o trecho do silêncio da mulher encerra dizendo: 1 Coríntios 14:37 Se alguém se considera profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor.

A terceira mensagem crava: aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus. Apocalipse 14:12